Já Assistimos: Invasão Zumbi (2016)

 


    Quando um vírus que transforma as pessoas em zumbi se espalha pela Coreia do Sul, passageiros lutam para sobreviver em um trem de Seoul para Busan.



** ANÁLISE COM SPOILERS **



    Invasão Zumbi, ou Train to Busan, no título em inglês, é um filme de terror sul-coreano lançado no ano de 2016. Dirigido por Yeon Sang-ho, o longa é um dos mais divertidos que Petrus e eu já vimos em muito tempo com a temática zumbi. 

    Nós acompanhamos a história de Seok-woo, interpretado por Gong Yoo, um homem divorciado e viciado em trabalho. Ele mora com a mãe e mal passa tempo com sua filha Su-an, interpretada pela fofa Kim Su-an. Os dois são tão distantes que ele nem sabia o que dar de aniversário para ela e simplesmente comprou um Nintendo Wii, até aí tudo bem, exceto que essa era a terceira vez que ele a presenteia com a mesma coisa. Para compensar a filha, ele concorda em levá-la para visitar a mãe em Busan, cidade que está apenas a uma hora de Seoul. O que poderia dar errado, não é mesmo?

    É quando os dois embarcam que nós conhecemos os outros personagens que participarão do pesadelo que está por vir: um par de velhinhas, uma mulher grávida e seu marido (o personagem mais legal do filme), um empresário muito egoísta e um time de baseball. Tudo começa quando uma mulher, que claramente está doente, entra no trem sem ser vista e cenas depois, ela está atacando um fiscal, que imediatamente se contamina e transforma-se. 

    Os zumbis neste longa são violentos e rápidos (os melhores tipos!), e conseguem contaminar uma pessoa em questão de poucos minutos. Invasão Zumbi se passa quase que em sua totalidade nesse cenário sem muitas saídas, fazendo com que um banheiro seja sinônimo de salvação. O senso de claustrofobia só aumenta a medida em que vagões e mais vagões são tomados por mortos-vivos. 


    O diretor não deixa de fora sua reflexão sobre a natureza humana quando nos mostra pessoas capazes de fazer qualquer coisa para sobreviver (lembram do empresário? Ele é esse babaca covarde) enquanto há aqueles que fazem de tudo para salvar outras pessoas. Seok-woo tem uma construção de personagem muito boa, mas previsível em partes. Ele inicia o filme como o pai egoísta e distante, do tipo que vira para a filha e diz que "em tempos como esse, só cuide de si mesma", fazendo referência ao perigo que estão passando. Mas, ao ver pessoas se sacrificando em prol de outras, ele aprende que não é esse o conselho que devemos passar para nossas crianças. Inclusive, ele precisa fazer o mesmo para salvar sua filha. 

    Das personagens apresentadas, a criança e a gestante são as únicas que sobrevivem. Fato que me surpreendeu, pois imaginei que a maioria das pessoas estariam vivas no final. As cenas das mortes de Seok-woo e sua filha tendo que lidar com o luto por seu pai me fizeram derramar umas lágrimas (eu sou uma chorona, gente). 

    Invasão Zumbi acerta em muitas das suas escolhas, desde o ritmo da narrativa até a trilha sonora. Esse definitivamente é um daqueles filmes que uma vez que você começa a assistir não vai parar de se perguntar o que vem a seguir e só fica tranquilo quando vê até o final.



Plataforma onde assistimos: Google Filmes


Nota Cinema a Dois: Muito Bom



Confira o trailer:






    Por aqui o filme foi bastante aprovado pelo casal! E aí, já assistiu a Invasão Zumbi? Conta aqui embaixo a sua opinião!

Comentários

Postagens mais visitadas