Já Assistimos: Magnatas do Crime (2019)



     Um americano erradicado em Londres está tentando vender seu império, um negócio altamente lucrativo de venda de maconha. Entretanto, a disputa por poder faz com que tramas, esquemas, propinas e chantagens sejam realizadas por outros mafiosos na tentativa de adquirirem vantagem no negócio. 



** ANÁLISE SEM SPOILERS **



    Magnatas do Crime, ou The Gentlemen ("Os Cavalheiros" em tradução livre), no original, é um filme de ação e comédia lançado em 2019, escrito e dirigido por Guy Ritchie. O cineasta volta "às origens" com essa produção depois de participar de projetos mais comerciais como Aladdin, de 2019. Antes mesmo de saber do que se trata a trama, há algo que pode influenciar na decisão de assistir ou não o filme: o elenco. O longa conta com muitos nomes marcantes de Hollywood: Matthew McConaughey, Hugh Grant, Charlie Hunnan, Colin Farrell, entre outros. Confesso que ação não está entre nossos gêneros favoritos, mas tantos nomes assim nos fizeram dar uma chance e não nos arrependemos. 

    Fletcher, um detetive particular, interpretado por Hugh Grant, tem uma conversa com Ray, vivido por Charlie Hunnan, sobre um roteiro que está produzindo com o nome de Bush (que na Inglaterra é uma outra forma de se referir a maconha). Acontece que Ray é o braço direito do mafioso Mickey Pearson, interpretado por Matthew McConaughey, dono de um monopólio de produção e distribuição de maconha. Ele colocou todo seu patrimônio à venda (estimado em £400 milhões), para curtir a aposentadoria ao lado da esposa. 

    Surgem, então dois compradores em potencial: um judeu americano bilionário e um chinês que quer ser o maior nome do mundo das drogas. Ambos, cada um a sua maneira, se utilizam de chantagens e armações para conseguirem vantagem no negócio. O Treinador, vivido por Colin Farrell, é um irlandês que tem uma escola de boxe e insiste que não é um gangster, embora se comporte como um. Ele e seus alunos também acabam se envolvendo na situação da maneira mais inesperada possível. 


     Por boa parte do filme, Fletcher funciona como um narrador, ambientando a história para quem está assistindo e indicando como os personagens se conectam (esse recurso para mim foi bem inteligente). Outra coisa que também chama bastante atenção é o requinte do figurino, os personagens são construídos não só em cima do que dizem, mas também por meio de acessórios estilosos e roupas caras.

      Petrus considerou as cenas com Charlie Hunnan as melhores do filme, pois são os momentos que fazem o filme progredir. Matthew McConaughey tem uma boa atuação como gangster e está muito bem no papel principal (embora tenhamos achado suas cenas entendiantes), que não se envolve em tanta violência até chegar nos minutos finais, que fazem valer toda a calmaria anterior. Hugh Grant e Colin Farrell também têm atuações bem sólidas e conseguem o trazer o alívio cômico para a narrativa. 

    A medida que vamos acompanhando o desenrolar dos fatos, percebemos que o título em inglês The Gentlemen (Os Cavalheiros, na tradução livre) é puramente sarcástico, pois conforme a ação vai acontecendo, existe tudo menos cavalheirismo. Inclusive, nós consideramos um filme bem sanguinolento (mesmo nós já tendo assistido obras mais brutais), apesar das cenas de ação serem bem dosadas. 

    O filme tem seus altos e baixos e empolga bem mais quando toda a introdução termina, pois podemos finalmente apreciar o clímax e os plot twists (reviravoltas). Ainda assim, entrega tudo que você pode esperar de um filme de ação e comédia: violência e humor. 



Plataforma onde assistimos: Google Filmes


Nota Cinema a Dois: Bom


Confira o trailer:






    Por aqui esse filme fora da nossa zona de conforto não nos decepcionou. E aí, já assistiu a Magnatas do Crime? Conta aqui embaixo a sua opinião!
    

Comentários

Postagens mais visitadas